16 de julho de 2014

A tal mala da maternidade




Contei para vocês como organizei as compras do enxoval. Mas e a tal da mala da maternidade? Muita gente veio me falar dessa tal mala... Daí descobri que tinha a mala da maternidade, da troca de fraldas, mala da mãe... "Para quê tanta coisa?", eu pensava. Então decidi ir por partes. Até o momento tenho uma mala para mim, de mão, pequena e simplérrima com meus pertences pessoais e necessaire para a maternidade. E tenho a mala do bebê, sobre a qual vou falar aqui.

Vamos entender a tal mala do bebê. Esta é uma mala ou bolsa ou sacola que toda gestante precisa levar para a maternidade com as roupas e mantas, além de alguns itens de higiene do bebê. Trata-se, na verdade, de uma simples mala ou bolsa de viagem. Nada além disso. 

Existem mil e um modelos nas lojas especializadas de artigos infantis e para bebês, todas a um preço muito alto, e que as vendedoras vão tentar empurrar de todos os jeitos dizendo que é um item de primeiríssima necessidade.  Mas eu decidi que não seria necessário comprar uma mala especial, em cores especiais, estampas especiais e preço para lá de especial exclusivamente para levar as roupinhas do bebê para o hospital. O que vai acontecer com essa mala especial depois que a criança nascer? Vai ficar ocupando um espaço enorme no meu armário, com pouquíssima ou nenhuma utilidade. 

Se você já tem uma mala pequena e boa, penso que está ótimo. Caso você não tenha nada do gênero, compre algo que seja útil no futuro também, para quando você e seu bebê forem viajar juntos. Algo durável, fácil de guardar e prático de ser manuseado em viagens. Imagina uma mala branca, sem rodinhas, toda em tecido bordado de ursinhos com acabamento em rendinha. Lindo não é? Super delicado, mas você nunca vai conseguir levar essa mala para um aeroporto sem se aborrecer, além de destruí-la. Ela vai para o hospital e depois vai ficar anos entulhando o seu armário, sem uso no seu dia-a-dia.

Malas de bebê. Lindas e românticas mas prefiro algo mais prático e durável
para o futuro com o meu bebê. Além do mais, a mala é do bebê, mas quem leva é a mãe.
 Por isso prefiro algo mais estiloso e menos cute-cute.

Eu, de minha parte, optei por comprar um modelo de sacola de viagem, em nylon, de uma marca que eu adoro. Mesmo sendo uma peça cara eu dei preferência a ela porque, além de já conhecer a qualidade e a durabilidade (tenho dois modelos menores que uso bastante e estão em ótimo estado), são sacolas de viagem muito versáteis e práticas. Impermeáveis, com alças em couro super resistentes ao peso, elas são dobráveis e ficam bem pequenas, de modo que você pode guardá-las em qualquer cantinho no seu armário. O modelo Pliage da Longchamp cabe o mundo, quem tem uma sabe disso. Uso a minha quando preciso de uma bagagem compacta para dormir um final de semana fora de casa, como bagagem de mão em viagens longas e até para levar material extra de trabalho para o escritório. São elegantes. Tenho certeza absoluta, por experiência própria, que Melina e eu faremos muitas viagens juntas, por muitos anos, em companhia dessa bolsa super curinga. 



Modelo Longchamp Le Pliage Toile (Nylon) Travel Bag
Imagens via site da marca Longchamp

O segredo está na modelagem quadrada do fundo da bolsa que gera um espaço enorme no interior.
Imagens via site da marca Longchamp.


Quando dobrada a Pliage transforma-se em uma pequena carteira cabendo em qualquer gaveta da sua cômoda ou armário. Também é uma prática opção para ser levada na mala de viagem como bolsa extra para compras.
Imagens via site da marca Longchamp.



Já que a mãe é que vai levar a bolsa, que ela seja chic e elegante, além de prática.
Imagem via site da marca Longchamp.


A cartela de cores é bem variada e você pode encontrar algumas lojas da marca no Brasil, em aeroportos internacionais ou pode comprar também através do site da marca.

Um comentário:

  1. A bolsa é linda, mas precisa ter uma alça de ombro...

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário, opinião, dúvida, sugestão ou crítica. Seja educado e será lido com toda a minha atenção. Utilize esse espaço para se comunicar, interagir e trocar experiências com a autora do blog.