3 de junho de 2013

Um lar, muitos lares



"Dentro da cena urbana, os interiores são o abrigo, 
o refúgio da subjetividade. 
Há o interior do comforto frente ao mundo àspero lá de fora 
e há também o interior que é um aposento 
onde a individualidade confronta-se consigo mesma 
ou escapa para mundos imaginários."

Texto da exposição Romantismo. A arte do entusiasmo em exibição no MASP, São Paulo.
Maio de 2013



Esse texto traduz muito bem o que penso sobre o conceito de Lar. Após quatro anos escrevendo e editando um blog de decoração, tenho claro para mim mesma que a decoração reduzida a objetos, cores e estilos tornou-se um tema restrito demais para mim. Quando penso em escrever  algo relacionado ao Lar, preciso primeiramente identificar a qual dos lares que construimos e habitamos eu me refiro: Se o coração - nosso lar primordial -, se o espaço doméstico ou o de trabalho e criação. Se nosso lar individual ou o familiar. Se a varanda, o jardim, o bairro, a cidade ou o mundo. São diversos os lares no qual vivemos, e todos esses espaços me encantam e é sobre eles que quero pensar, escrever e compartilhar com vocês. 

Dulci 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, opinião, dúvida, sugestão ou crítica. Seja educado e será lido com toda a minha atenção. Utilize esse espaço para se comunicar, interagir e trocar experiências com a autora do blog.