20 de agosto de 2012

Um balanço no jardim



Se eu morasse em uma casa com um jardim, eu instalaria um balanço para mim. Com bastante espaço para ir bem longe e voltar. Despreocupada, com pernas para o ar. Um balanço no qual eu pudesse me sentar e ir e vir, com força e velocidade, com bastante vento no cabelo. Um balanço para dias onde nada parece fazer sentido. Um vôo para os momentos de necessária ausência. Um refúgio no ar para dissipar dúvidas, medos, incertezas. Um balanço onde o vai e vem é o começo e o fim e torna ao começo, em um movimento constante onde metas não existem. Só momento presente em uma curva para o perto-longe do céu. 

Toda casa tem quarto, cozinha, sala, banheiro, lavanderia, escritório mas nem todas possuem um oásis, uma porta para o céu, uma passagem secreta para sonhar. Um balanço é uma ótima idéia. Quando não podemos mais levar a vida, que o balanço nos leve. Que o balanço nos devolva. Mais leves, mais sonhadores e mais felizes.




Um comentário:

  1. Humm... um balanço é bom demais! Uma rede, apenas um quadrado de céu pra admirar e sonhar!

    Beijokinhas,

    Luiza Mallmann
    decorarsustentavel.blogspot.com

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário, opinião, dúvida, sugestão ou crítica. Seja educado e será lido com toda a minha atenção. Utilize esse espaço para se comunicar, interagir e trocar experiências com a autora do blog.