28 de janeiro de 2012

Bons sonhos

Imagem via Cherry Blosson Blog


Eu acredito que os sonhos são mágicos. Que eles querem nos dizer algo. Que vivemos outras vidas e outros mundos enquanto sonhamos. Eu acredito muito porque tenho sonhos impressionantes. Vívidos, coloridos, intensos e muito reais. Sonhos me impressionam. Há quem não acredite em nada disso mas eu não ligo. Dizem que, quando você sonha é sinal de que você atingiu os estágios mais profundos do sono e, por isso, realmente descansou a mente e o corpo. Mas, como eu disse, meus sonhos são tão reais que, na maioria das vezes, acordo até cansada. É como se eu tivesse passado a noite em claro. 


Imagem via decor8
O filtro de sonhos é um objeto místico da cultura indígena norte-americana. Acredita-se que, assim como uma teia, ele retêm os sonhos ruins, deixando passar somente os bons sonhos. É uma espécie de amuleto, decorado com objetos pessoais e sagrados como penas e talismãs. Os pesadelos e sonhos perturbadores, presos a teia durante a noite, se dissipam com as primeiras luzes do dia e os raios do sol.

Hoje, eu encontrei estas duas imagens, e adorei a idéia de fazer um filtro de sonhos eu mesma. Você pode usar um pequeno bastidor (daqueles que usamos para bordar), forrá-lo com fita e com ela compor a teia. Depois é só enfeitá-lo com rendas, miçangas, penduricalhos, pequenos objetos que tenham valor e significado para você, e que ajudem a atrair bons sonhos e deixar o mal a distância. 


2 comentários:

  1. adoro esta ideia... eu tenho muitos pesadelos especialmente quando estou muito estressada

    ResponderExcluir
  2. Ola Dulci, prazer em conhecer seu espaco.

    Eu tenho um filtro de sonhos no meu quarto, mas ele nao e tao lindo quanto esses aqui.

    ps.: me desculpe o portugues sem acentos mas estou no trabalho e o computador daqui nao aceita acentos ortograficos.

    ResponderExcluir

Deixe o seu comentário, opinião, dúvida, sugestão ou crítica. Seja educado e será lido com toda a minha atenção. Utilize esse espaço para se comunicar, interagir e trocar experiências com a autora do blog.