25 de setembro de 2011

O poder da customização

Com o atual surto imobiliário que atinge as principais capitais brasileiras, tudo que se refere a decoração pegou carona, e aproveitou para jogar os preços nas alturas. Parece que todas as pessoas que eu conheço estão comprando ou decorando seus lares.

Comprar móveis ficou mais difícil (porque tudo parece padronizado), mais caro (porque a procura é grande) e mais demorado (entregas para até noventa dias se você optar por planejados). Foi nessa ciranda de pesquisa-preço-entrega que me vi há um mês atrás, quando estava decidindo a compra dos móveis para meu home office.

Por isso é que, nessas horas, precisamos de criatividade para fugir do lugar comum e da loucura em que andam as coisas. Mas, se você não se acha lá muito criativo, pode se inspirar na criatividade alheia sem culpa. A designer gráfica e blogueira Jen Ramos, do blog Made By Girl (um dos meus favoritos!) me autorizou a compartilhar com vocês o projeto de um gabinete que ela acabou de comprar e customizar na sala de jantar. Tão simpático da parte dela, não acham? Olha só como ficou bacana!




Primeiramente ela optou por um gabinete (tipo buffet) que ela chama de "flutuante", isto é, suspenso. Uma opção de visual moderno e que facilita a vida de quem vai limpar a casa, e indicada também para tem tapete ou carpete. O gabinete (se eu pesquisei corretamente, originalmente tinha pézinhos que foram deixados de lado) foi comprado na IKEA (para quem não conhece ou nunca ouviu falar, é a equivalente da nossa Tok&Stok). E aí é que entra a criatividade da moça, e a dica deste post: Ela customizou os puxadores e o tampo do móvel, modificando e personalizando completamente o projeto.


Ao invés de utilizar os puxadores que vêm com o próprio móvel (padrão), ela optou por comprar algo mais sofisticado, em metal dourado fosco. Eu achei que ficou bem mais moderno. E vocês?


Ela também customizou o tampo do gabinete, aplicando produtos (veja maiores detalhes e especificações técnicas dos produtos utilizados aqui) para dar uma tonalidade escura.




A experiência que tenho aqui no Brasil é que você pode customizar o tampo de um móvel similar a este, de três maneiras diferentes:

- Você pode comprar um tampo avulso, da sua madeira favorita ou na cor que você preferir, e  aparafusá-lo no lugar do original. Isso mudará completamente a aparência do móvel;

- Você pode optar pelo tampo padrão, mas adicionar a ele um papel de parede ou tecido, e finalizar com um segundo tampo  de vidro. Você não precisa colar o papel de parede nem o tecido, pois eles estarão prensados pela placa de vidro, como se fosse um sanduiche. O vidro, além de proteger, é fácil de limpar. E quando você enjoar da decoração basta trocar o papel de parede.

- Agora, se você for do tipo mais ousado, preferir algo mais glamouroso, e cuidados e limpeza não forem um problema para você, pode optar por um tampo de espelho. De preferência com as bordas bizotadas. Vai ficar um luxo! Mas suja a beça, e precisa ter muito cuidado para não quebrá-lo! Não aconselho com crianças por perto.

Ter algo diferente do que usualmente encontramos no mercado é possível, com um pouquinho de criatividade,  seja própria ou emprestada.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, opinião, dúvida, sugestão ou crítica. Seja educado e será lido com toda a minha atenção. Utilize esse espaço para se comunicar, interagir e trocar experiências com a autora do blog.