6 de fevereiro de 2010

Com que roupa eu vou

Já dizia Noel Rosa:
"Agora eu vou mudar minha conduta, eu vou a luta pois eu quero me aprumar... Pois esta vida não está sopa, e eu pergunto com que roupa... com que roupa eu vou... Eu hoje estou pulando feito um sapo, pra ver se escapo dessa praga de urubu... Já estou coberto de farrapos, eu vou acabar ficando nu!"

Há dias que preciso acordar muito cedo (de verdade, tipo cinco e meia da manhã) para ir trabalhar. Daí é uma novela, porque além do tempo que levo para ficar com uma cara apresentável (já se foram os meus tempos de "nasci linda assim mesmo") tem ainda o drama do "Com que roupa eu vou?".
Para deixar a pele protegida dos raios UVB (e não sei mais quais ultra-raios maléficos), corrigir a pele com base, dar um toque de cor nas bochechas, olhos e boca (para combater a aparência morta viva, que é assim que fico de madrugada), arrumar o cabelo, passar perfume... Já se foram uns trinta minutos. Daí não sobra tempo para ter a crise do modelito.

Eu sei que tem pessoas que são super organizadas, e deixam tudo separado na noite anterior. Ai... mea culpa... Eu não sou boa nisso, e sei que preciso me corrigir, porque faniquito às seis da manhã ninguém merece.

Daí eu vi essa foto, que estava guardada a tempos no meu computador e fiquei delirando... Imagina um closet, com um espaço para colocar 5 ganchos para organizar os 5 looks da semana, com direito a sapatos, bolsas e acessórios... Não seria o máximo? É quase como produzir um mini-desfile (olha a estilista obcecada falando!).

Opção 1: Ganchos + Banqueta para bolsas e acessórios.
Sorry! Não tenho a referência da imagem!!!


Bom Humor é tudo no dia-a-dia! Se alguém achar ganchos tão legais quanto essas mãozinhas, por favor me avisa!!! Faz anos que achei essa foto não sei onde na Internet!


Nunca mais teríamos problemas com o visual e jamais chegaríamos no trabalho com aquela cara de... "Ah... peguei a primeira coisa que vi!" (E sempre as primeiras coisas são uma calça jeans, camiseta preta e sapatilha preta).

Pode parecer neurose (eu sei!) mas não é incrível como em uma semana somos capazes de usar roupas demais, sujar roupas demais, combinar coisas de maneira equivocada, ficar sempre com aquela sensação de que não temos nada no armário (quando ele está abarrotado de coisas) e ainda... nos sentirmos sem graça. Sem bossa. Sem aquele "tchan". Às vezes a pressa é tanta que nem lembramos que tínhamos um colar incrível para levantar o astral daquela camisetinha básica. Ou uma bolsa diferente que está socada no fundo do armário!



Não precisa ser assim! Dá para ser linda, produzida, elegante com pouco. Na maior parte das vezes falta organização (e não peças nem dinheiro para comprá-las). E do jeito que eu sou meio "nerd", eu tenho certeza que ia acabar organizando as mini-produções da semana com cartela de cores combinando... Essa semana estou blue! Semana que vem será algo de inspiração francesa, assim meio Chanel, branco e preto, pérolas e dourado. Que excelente programa para as tardes insossas de domingo! Ai, ai... Delirar assim é tão bom!
Mas se alguém gostou da idéia, aí vão as dicas práticas:

A opção número 1 para concretizar o delírio do closet é separar uma parede para colocar ganchos (tipo cabideiro de parede), uma banqueta (para apoiar bolsas, acessórios) e embaixo organizar os sapatos (Fotos acima).

A opção número 2 é utilizar uma arara (exatamente como nos desfiles) na sequência da semana. Em desfiles organiza-se os looks em ordem de entrada, com todo os acessórios presos no cabide (ou em uma mesa lateral) e os sapatos embaixo do look respectivo (Foto a seguir).

Opção 2, via Decor8

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, opinião, dúvida, sugestão ou crítica. Seja educado e será lido com toda a minha atenção. Utilize esse espaço para se comunicar, interagir e trocar experiências com a autora do blog.