12 de agosto de 2009

Quem ama, cuida


Venho adotando algumas posturas com relação ao meu guarda-roupas e ao consumo. Desde a temporada passada tenho optado por comprar boas peças básicas nas liquidações de marcas de qualidade. No lançamento das coleções as peças custam muito caro, e nas liquidações estão acessíveis ao bolso. Por isso opto por peças básicas, que atravessam coleções e anos sem perder a elegância e o charme.
Ao invés de gastar muito dinheiro comprando um monte de peças de roupas, gasto parte do dinheiro cuidando bem das peças que tenho. Isso significa levar algumas peças para a lavanderia, outras para a sapataria. Significa guarda-las com cuidado, algumas embaladas, outras em caixas, outras ainda em cabides adequados para não deformar ombros. As roupas e acessórios quando bem cuidados duram mais.
Reduzi minhas despesas, estou desenvolvendo mais afeição pelas peças que, passam a ter mais histórias em suas tramas, e contribuo para diminuir o ritmo do consumo e descarte desenfreado que anda a solta pelo mundo.

Algumas dicas:

(1) Utilizar cabides adequados segundo o tecido e o modelo da peça;

(2) Manter os sapatos sempre limpos, se possível deixá-los no sol de vez em quando, e guardados em caixas para não deformá-los;

(3) Roupas de inverno devem ser lavadas em lavanderias especializadas antes de serem guardadas para o próximo inverno;

(4) Tenho guardado algumas malhas, lãs e cachemir em sacos de TNT (aquele material que parece um perfex), e isso tem garantido uma aparência ótima a eles todas as vezes que vou vesti-los;

(5) Se possível, uma roupa em cada cabide;

(6) Uma boa costureira pode fazer milagres com as roupas, desde consertá-las, ajustá-las até transformá-las.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, opinião, dúvida, sugestão ou crítica. Seja educado e será lido com toda a minha atenção. Utilize esse espaço para se comunicar, interagir e trocar experiências com a autora do blog.