13 de maio de 2009

Home&Work


Ficar muitas horas dentro de uma empresa, de um escritório, atrás de uma mesa e um computador sempre foi uma tortura para mim. Não é que eu não goste de trabalhar não, sou meio workaholic até. Acontece que a reclusão me deixa deprimida, limitada em idéias e soluções e, consequentemente, improdutiva. E nos dias ensolarados a situação se agrava! Atualmente venho investindo esforços na cultura home office. Apareço no escritório algumas vezes por semana, e de resto trabalho em casa. Na medida do possível faço meus horários. Acredito na flexibilidade, na disciplina, na responsabilidade e em metas e prazos.

Há quem diga que o home office é uma estratégia que exige cuidados. A tentação de sucumbir ao trabalho e deixar de lado a vida pessoal é grande. Gostar do que se faz ajuda, e minimiza os problemas. Tento sempre fazer com que o trabalho não seja algo artificial, obrigatório e desagradável na minha vida. Aliás, importante mesmo é conseguir fazer com que o trabalho seja parte da vida, e não o contrário.

Aqui em casa eu tenho um cantinho office. Mas confesso que preciso melhorá-lo e muito. Sonho com algo bem mais ajeitado do que tenho hoje. E, para isso, (claro!) já pesquisei um monte de idéias bacanas por essa internet a fora para um home office criativo e charmoso. Em breve no Lar dulci Lar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe o seu comentário, opinião, dúvida, sugestão ou crítica. Seja educado e será lido com toda a minha atenção. Utilize esse espaço para se comunicar, interagir e trocar experiências com a autora do blog.